Zamioculca: a família de um que vale a pena ficar a conhecer

Zamioculca até pode ser o nome que se dá a um género de plantas da família das araceae. No entanto, enquanto que a maior parte das categorias botânicas incluem dezenas ou mesmo centenas de sub-espécies, o mesmo não acontece com as zamioculcas. No caso destas plantas muito especiais, contabiliza-se apenas uma espécie, que é a zamioculcas zamiifolia. Por isso já sabes: para que esta planta única não se sinta sozinha, tens mesmo que arranjar uma ou duas para decorar a tua casa. Mas o que é que faz da zamioculcas zamiifolia uma planta tão especial?

Aprende mais sobre a nossa Fiona

Folhas de Planta Fiona

Como não podia deixar de ser, a zamioculcas zamiifolia faz parte da selecção de plantas da Colvin. Aqui, conhecemo-la como Fiona, e sabemos tudo acerca das suas características peculiares. Originária dos países da África oriental, como o Quénia, a Fiona é uma planta tropical que é muito usada em decoração e que já se tornou popular um pouco por todo o mundo. É uma planta perene, querendo isto apenas dizer que ela consegue sobreviver por 2 anos ou mais. Conhecida pelas suas folhas grossas e com uma textura agradável semelhante a cera, a Fiona é um must de decoração porque encaixa bem em qualquer divisão da casa. Estas plantas crescem normalmente até aos 50 centímetros de altura, podendo chegar aos 60 quando deixadas no meio da natureza. Inicialmente descobertas no século 19 pelo botânico austríaco Heinrich Wilhelm Schott, as zamioculcas tornaram-se num fenómeno comercial a partir da década de 90 do século passado.

O nome científico da Fiona provém do cruzamento de dois termos muito usados na botânica. O nome ‘zamia’, que vem do latim e significa ‘pinhas’, e o nome ‘colocasia’, que se refere a um género de plantas araceae nativas dos países do sudeste asiático e da Índia. Como muitas das suas irmãs araceae, a Fiona é uma autêntica purificadora, querendo isto dizer que ela adora melhorar a qualidade do ar que se encontra à sua volta. 

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Copenhada em 2014, a Fiona tem a habilidade de remover compostos potencialmente perigosos do ar da tua casa ou escritório. Estes incluem o benzeno, o tolueno, o xileno, e o etilbenzeno, que são substâncias químicas que são potencialmente más para a nossa saúde. No sentido contrário, a Fiona não é própria para consumo e é muitas vezes considerada tóxica. Deves por isso mantê-la longe do alcance de animais de estimação e crianças pequenas. Ainda assim, não precisas de te preocupar. De acordo com um estudo realizado em 2015, o «veneno» da Fiona não é suficientemente forte para ameaçar a vida de um pequeno camarão, e pode mesmo contribuir para aumentar os níveis de fertilidade de determinados insectos.

Lua

A partir de 20,00 €

Lara

A partir de 27,00 €

Miranda

A partir de 24,00 €

Como cuidar da nossa Fiona

Uma planta que fica bem em qualquer lado e que purifica o ar da nossa casa deve exigir muito em termos de cuidados, não é? Curiosamente, não. A Fiona tem imensas qualidades, mas é extremamente fácil de tratar. Não é preciso quase nada para que ela cresça forte e saudável e brilhe numa divisão da tua casa durante anos e anos.

A Fiona não gosta muito de humidade, pelo que nem sequer precisas de borrifar as suas folhinhas com água. Idealmente, ela aprecia climas quentes entre os 15 e os 20 graus. No que diz respeito à iluminação, a nossa Fiona é um pouco mais delicada. Ela não gosta de exposição solar directa, bastando-lhe doses reduzidas de luz indirecta. É por isso uma planta perfeita para interiores, já que sobrevive melhor no contexto da sala e da casa-de-banho do que do jardim. Finalmente, a Fiona também dispensa exigentes regas semanais. Tudo o que precisas é de estar atenta à qualidade do solo do seu vaso. Se a terra estiver muito seca, é sinal de que ela precisa de um pouquinho de água. Mas se tudo correr bem, é provável que apenas tenhas que regar a tua Fiona 1 ou 2 vezes por estação. Se vires que o prato do vaso tem muito água, é sinal de que estás a sufocar a tua plantinha. Se isto acontecer, remove a água do prato do vaso e experimenta regá-la menos vezes e com menor intensidade.

Usada na medicina tradicional

 

Se ainda não estás convencida acerca das maravilhas da nossa zamioculca, talvez mudes de ideias se te dissermos que esta planta é usada na medicina tradicional há centenas ou mesmo milhares de anos. Na Tanzânia, a nossa Fiona é um tratamento para vários tipos de maleitas. O sumo das suas folhas é visto como uma cura eficaz para as dores de ouvidos. Uma mistura da planta conhecida como ‘mshipa’ é usada como anti-inflamatório. E o grupo étnico da Tanzânia conhecido como Sukuma usa a zamioculcas zamiifolia para tratar condições tão graves como a ulceração.

Fiona 01

15% DE DESCONTO

Estás à espera do que para aproveitares o teu ramo de flores ou planta favorita?

Código: SEOPT15