Envios gratuitos de segunda a sexta-feira

E que tal aprenderes um pouco mais acerca de flores vermelhas?

Craveiro vermelho

As flores vermelhas estão intimamente relacionadas com paixão, atração, fidelidade e principalmente amor. Quando se trata de oferecer de uma flor, as flores vermelhas ganham destaque entre todas as outras. Para além de ser um excelente presente para alguém especial, esta flor é uma ótima escolha para decoração tanto de exteriores como de interiores, pois combinada com flores de outras cores, é capaz de transformar um simples jardim, numa paisagem magnifica, formando um ambiente vibrante, quente, convidativo e com mais requinte. 

O vermelho é a cor do elemento fogo, do sangue, para além de ser símbolo do amor e paixão. Podemos considerar inseparável o significado revolucionário atribuído a flores de cor vermelha, tendo como exemplo, os cravos utilizados durante a revolução portuguesa.

Existem diversas flores desta cor tais como dálias, rosas, cravos, tulipas, todas com significados diferentes. No entanto, todas elas têm uma beleza inquestionável e fornecem um excelente ambiente decorativo.

Cravo

O cravo é uma das flores vermelhas que é considerada na mitologia grega a ‘flor dos Deuses’, pois é comparada à beleza de Zeus, sendo que na mitologia romana esta flor é designada por ‘flor de Júpiter’. O cravo tem origem no continente asiático e é conhecido por ser uma flor rica em pétalas, possuindo um odor intenso não tolerável por alguns insetos, sendo esta uma característica responsável pelo efeito pesticida do cravo.

Existem diversas utilidades para esta flor. O cravo está relacionado com a figura materna, logo é muitas vezes utilizado para homenagear as mães. Para além do facto de serem excelentes escolhas para presentes ou decoração, os cravos têm bastante utilidade num contexto industrial, pois permitem a produção de diversos perfumes. Algumas pessoas utilizam ainda o odor dos cravos para eliminar outros cheiros, pois esta flor numa mistura com canela, produz um efeito neutralizador. 

Os cravos desempenharam um papel extremamente importante na revolução portuguesa, muitas vezes designada revolução dos cravos. Após a revolução, a população saiu às ruas para celebrar a liberdade conquistada. O povo em tom de agradecimento ofereceu cravos aos militares, que os colocaram nos canos das armas. Assim, esta flor tornou-se um símbolo, não só desta revolução, mas também da liberdade sentida por todos.

Alpine Essence

A partir de 30,00 €

En Provence

A partir de 30,00 €

Sunday Mondays

A partir de 28,00 €

Rosas

Uma das flores vermelhas que tem mais destaque é definitivamente a Rosa. Esta é uma das flores mais populares no mundo, tem origem asiática e pertence à família Rosaceae. Existem mais de mil espécies e são maioritariamente flores solitárias e originalmente, compostas por cinco pétalas

Esta flor é símbolo de Vénus e de Afrodite, deusas da mitologia romana e grega. Esta ligação a Afrodite deve-se ao facto de existir uma lenda acerca desta Deusa, que conta que a mesma nasceu das espumas do mar e assim se transformou numa rosa branca, representando a pureza e inocência. Mais tarde Afrodite vê o seu amor ferido. Assustada, correu para tentar ajudá-lo, porém no momento em que corria picou-se num espinho e derramou uma gota de sangue, pintando de vermelho as pétalas que outrora eram brancas. Como tal, esta flor está intimamente ligada ao amor, paixão e beleza. Num contexto religioso, nomeadamente, a nível do Catolicismo, a rosa é símbolo do Santo Rosário, objeto e momento de contemplação de determinadas passagens bíblicas. 

Escolhida muitas vezes como presente em dias de celebração do amor, como casamentos, dia dos namorados ou aniversários de namoro, uma vez que representa o respeito e lealdade do casal. Esta flor é também associada à mulher e à sua sensualidade, beleza e erotismo. 

A rosa desempenha também um papel importante no cinema, música ou até mesmo na dança, como é exemplo o tango, dança tipicamente argentina, na qual durante a atuação, a mulher utiliza uma rosa na boca que vai passando para o parceiro.

Rosa Naomi vermelha

Dália

Dália, de origem sul-americana e primordialmente designada Dahlia, pertencente à família Asteraceae, tem origem no México e o seu nome surge do botânico Anders Dahl, responsável pela expansão das dálias pela região nórdica da Europa. Esta flor reproduz-se através de sementes ou divisão de raízes e quando adulta, consegue atingir até um metro e meio de altura. 

A dália é uma flor que podemos observar em diversos locais do mundo, pois embora o ideal fosse a plantação num clima ameno, é possível a plantação da mesma num clima mais frio. Esta flor apenas precisa de um total diário de quatro horas de luz, podendo até ser cultivada a meia-sombra num clima ameno. 

Esta planta contrariamente às flores vermelhas referidas anteriormente, possui uma característica que a torna mais especial, nomeadamente, o facto de poder ser comestível. A raiz da dália, após ser cozida, pode ser utilizada como aromatizante em chás ou cafés.

Estes são apenas três exemplos, de inúmeras flores vermelhas que poderíamos exemplificar. Todas estão intimamente relacionadas com o amor e afeto. Se pretendes oferecer uma flor a alguém muito especial na tua vida, então estas são algumas das opções!